O texto original está nas mãos dos Israelitas Samaritanos.

Os Israelitas Samaritanos consagram os Cinco Livros de Moisés como o livro mais sagrado de Shehmaa:

  • Gênesis.
  • Êxodo.
  • Levítico.
  • Números.
  • Deuteronômio.

A Torá escrita por Mooshe, o maior profeta, foi narrada por Shehmaa, o que também inclui alguns versos acrescentados após a morte de Mooshe por Yoshua Ben Nun e pelos 70 anciãos do povo de Israel.

Mais de 3000 diferenças significativas.

Existem duas versões principais da Torá:

Uma entregue nas mãos dos samaritanos israelitas, que é, sem dúvida, o texto original.

E uma outra versão, que é o texto tradicional judaico que está na versão dos judeus, elaborado principalmente no século VII AEC.

Esse fato gerou mais de 3.000 diferenças significativas entre as duas versões.

Durante muitos séculos, os judeus tomaram uma atitude condescendente em relação à versão da Torá nas mãos dos Israelitas Samaritanos, alegando que o texto dos samaritanos é uma elaboração do “texto original” que eles alegavam possuir.

A descoberta dos Pergaminhos do Mar Morto [2º século AEC até 1 ° século EC] copiados por judeus mostra que alguns desses Pergaminhos são idênticos ao texto da versão que está nas mãos dos samaritanos e o fato de que na maioria dos casos a tradução grega da Torá dos judeus [3º século AEC] concorda com o texto que está nas mãos dos samaritanos – Dois mais importantes comprovam que o texto da Torá na versão Israelita Samaritana é o texto mais próximo, senão, é o mesmo texto do original.

Os judeus negligenciaram os caracteres da escrita original da Torá – Ancient Hebrew Script (caracteres das letras usadas no hebraico antigo) – e preferiram usar os caracteres no Script Aramaico.

Logicamente, eles não fizeram apenas esta grande mudança ao copiar o texto de sua Torá.

Portanto, atualmente mais e mais estudiosos do texto bíblico tem feito utilização dos textos da versão Israelita Samaritano por ser um melhor texto para pesquisar o texto original da Torá [ podemos citar entre muitos estudiosos Nodet, Schmidt, Schorch, Hjelm, Charlesworth, Talmon e muitos outros].

Tora1

 

Leitura da Torá

A Torá de Mooshe nas versão Israelita Samaritana é organizada em 48 porções para sua leitura anual e 52 porções para leitura no ano bissexto.

Sua leitura é feita a cada sábado pela manhã e meio dia. Exceto nos sábados das três peregrinações anuais, ou se um dos outros quatro festivais cair no sábado, uma ou duas das porções serão lidas duas vezes, no sábado pela manhã e meio dia.

A primeira parte começa com Gênesis 1, será lida no primeiro sábado após o último festival do ano, o sétimo – O festival do oitavo dia após Sucot e a última parte será lida antes do Festival de Sucot .

A Torá inteira é lida na Assembleia do Sinai, Dia da Expiação e direto a morte de cada samaritano israelita – em público.
Benyamim Tsedaka