O SHABAT

Shemáa nomeou Mooshe que a primeira festa é o Shabat, então a festa deve ser guardada como o Shabat, para a guardar como um dia santo.

Shemot (Exodo) 20:7-11

ז זכור את יום השבת לקדשו
ח ששת ימים תעבד ועשית כל מלאכתך
ט ויום השביעי–שבת ליהוה אלהיך  לא תעשה כל מלאכה אתה ובנך ובתך עבדך ואמתך ובהמתך וגרך אשר בשעריך
י כי ששת ימים עשה יהוה את השמים ואת הארץ את הים ואת כל אשר בם וינח ביום השביעי על כן ברך יהוה את יום השבת–ויקדשהו  {ס}
יא כבד את אביך ואת אמך–למען יארכון ימיך על האדמה אשר יהוה אלהיך נתן לך  {ס}

7- Não tomarás o nome do Shehmaa teu Eloowwen em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

8- Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

9- Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

10- Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

11- Porque em seis dias fez o Shehmaa os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Shehmaa o dia do Shabat, e o santificou.

Depois vem as sete festas da Torá Vaykrá(Levítico) 23.

Por isso, todas as Festas devem ser guardadas (mantidas) da mesma forma que os israelitas-samaritanos observam o Shabat.

No entanto, os sumos sacerdotes permitiam um procedimento ligeiramente diferente em uma festa, se não se aplicasse no Shabat.

O sábio glorioso Amram Dareh do terceiro século EC, um dos maiores sábios, escreveu sobre o Shabat em aramaico:

– “Do Shabat , não há uma festa como esta, que possua a santidade do seu mérito”. (Amram Dareh  – Século 3 da EC)

Por exemplo:

Se a peregrinação ao Monte Gerizim não se aplica no Shabat, é possível com toda a nossa vontade aproveitar todos os meios de transporte para realizar a peregrinação.

Alcançar o transporte só para a peregrinação e retornar imediatamente após a peregrinação às casas, a fim de manter a festa como observamos no Shabat

Os samaritanos israelitas são muito cuidadosos com a observância do Shabat.

O mandamento “Sente-se cada um e ninguém se afasta de seu lugar no Shabat”, interpretado por nossos antepassados, que a intenção deste mandamento é a área dos vivos onde vivem os israelitas samaritanos.

Nos primeiros dias, eles deixavam uma lâmpada de óleo queimando até que fosse extinta.

Desde a invenção da eletricidade, no entanto, a luz foi deixada no pôr do sol de sexta-feira até o pôr do sol do Shabat, porque é impossível passar o Shabat sem luz, também para não passar o mandamento de não dar obstáculo diante de um cego.

05Devarim (Deuteronomio) 27:18

יח ארור משגה עור בדרך ואמר כל העם אמן  {ס}

18- Maldito aquele que fizer que o cego erre de caminho. E todo o povo dirá: Amém. 

Caso contrário, no escuro, um caso de emergência poderia se transformar em desastre.

Sob a luz, lemos a porção do Shabat e comemos as refeições do sábado.

Os encontros sexuais no Shabat e nos feriados são proibidos de modo a não serem impuros e a permanecer puros durante todo o Shabat e a festa.

Com exceção da luz, todos os aparelhos elétricos são desligados no Shabat e nos feriados, então a mídia eletrônica é desligada.

Na véspera do Shabat nós comemos comida quente e durante o Shabat nós comemos uma rica seleção de saladas da cozinha israelita samaritana, uma tradição de cerca de 4000 anos.

Nós não dirigimos nenhum tipo de transporte no Shabat, não fumamos cigarros ou narguile.

O Shabat é um dia de descanso total.

Apenas em caso de emergência deve-se fazer tudo o que for necessário para salvar vidas.

No Shabat sete orações são recitadas,:

  • Seis orações são feitas na sinagoga
  • A sétima é a leitura da porção da Torá do sábado, que é realizada em pequenos grupos nas casas, a fim de permitir que cada pessoa leia sua parte na rodada de sentado no chão.

É assim que nós, os Israelitas Samaritanos, nos tornamos o povo do livro.

  • Na sexta-feira à noite, duas orações estão conectadas.
  • No sábado pela manhã duas orações, uma na sigoga e a segunda nas casas;
  • Ao meio-dia, há duas orações.
  • No sábado à noite, uma oração pela separação do Shabat.

No sábado e nos feriados, roupas especiais são usadas:

  • As homens usam vestes e roupas brancas.
  • As mulheres usam suas melhores roupas.

É assim que o caráter especial do sábado é preservado.

As orações são dedicadas à observância do Shabat .

Aqueles que se comportam como estrangeiros ao não guardar o Shabat são advertidos várias vezes porque a Torá exige a morte de quem transgride o Shabat.

Hoje, o Tribunal do Estado não permite isso.

Por isso, é levado o castigo de exclusão da comunidade.

Esses casos são muito poucos e não acrescentam tranquilidade à comunidade.

Resumindo, os samaritanos israelitas se afastados de seus trabalhos por 24 horas e se dedicam à guarda do Shabat.

Ao visitar lugares fora dos limites da comunidade, geralmente ficam em um hotel ou quarto dentro da casa de seus anfitriões, da noite de sexta até ao término do Shabat , na noite do sábado.

Benyamim Tsedaka

Tradução livre
Ariel Haddad Ben Abraahm