O quinto princípio

Aos quatro principais princípios de crenças (apresentado nas Lições de n° 4 a 7), nossos sábios samaritanos israelitas da primeira metade do primeiro milênio definiram a crença no “Dia da vingança e da recompensa” – Devarim(deut) 32:35 como está escrito na versão da Torá Israelita Samaritana.

Como é claro que este dia especial é da invenção da Torá e não Samaritana, também é claro a partir deste grande poema no Devarim(deut) 32 fala sobre o Dia da vingança e recompensa aos inimigos do povo de Israel.

Portanto, foi muito importante para os sábios israelitas samaritanos dos tempos antigos, nos tra torná-lo como um quinto princípio sobre os antecedentes dos decretos e destruição dos samaritanos israelitas pelos romanos pagãos e cristãos bizantinos durante os séculos dos séculos XVII, a fim de dê esperança aos samaritanos deprimidos e torturados de que haverá um tempo para melhores dias, quando vingança e recompensa serão tirados de seus inimigos.

Os 4 estágios para o fim dos dias (Os últimos dias).

Não haverá guerras nem derramamento de sangue antes dos Últimos Dias, mas um coração e uma boca iguais de todos os povos – como Marqeh afirmou.

Com base nos versos da Torá:

Devarim(deut) 32:35

לה לי נקם ושלם {ר} לעת תמוט רגלם {ס}  כי קרוב יום אידם  {ר} וחש עתדת למו  {ס}

35- Minha é a vingança e a recompensa, ao tempo que resvalar o seu pé; porque o dia da sua ruína está próximo, e as coisas que lhes hão de suceder, se apressam a chegar.

Devarim(deut) 32:39

לט ראו עתה כי אני אני הוא {ר} ואין אלהים עמדי {ס}  אני אמית ואחיה  {ר} מחצתי ואני ארפא  {ס}  ואין מידי מציל  {ר}

39- Vede agora que Eu, Eu o Sou, e mais nenhum Elowweem além de mim; Eu mato, e Eu faço viver; Eu firo, e Eu saro, e ninguém há que escape da minha mão.

Onde no verso 32:39b afirma: “Eu mato e eu faço viver”, nossos sábios Israelitas Samaritanos como o grande comentarista Marqeh b. “Aamraam do 4 ° século da Era Comum concluiu em sua composição monumental, “Tibat Marqeh” onde desenvolveu o conceito da crença no “Fim dos Dias” com base em 4 estágios de desenvolvimento:

  1. A vinda de um Profeta semelhante a Mooshe  Devarim(deut) 19:17-22 no Pentateuco Samaritano e em Ex. 20: 18e-m.
    Ele será reconhecido por ser o verdadeiro profeta, descendente de Yoosef, ao apresentar 3 sinais do Tabernáculo de Mooshe que foi ocultado em uma caverna conhecida no monte Gerizim:

    • O bastão de Mooshe.
    • O frasco com o maná.
    • Os dois querubins. Algumas fontes também fazem referência a Menorah dourada.
  2. O Profeta, semelhante a Mooshe, lutará por 40 anos contra os inimigos de Israel para efetuar a Vingança e a Recompensa e os vencerá.
  3. Como resultado da vitória do Profeta, muitas pessoas de outras religiões aceitarão a crença israelita e a verdade da Torá. O próprio Profeta morrerá ao terminar sua missão de 40 anos e será enterrado junto ao túmulo de Yoosef, seu antepassado em Siquém.
  4. Então ocorrerá a ressurreição dos mortos dos que estão de acordo com o julgamento de Shehmaa e da Torá Escrita. Os justos e os merecedores do perdão de seus pecados com base na Lei escrita serão levados para o Mundo Vindouro a fim de viver eternamente com os antepassados ​​do povo israelita. Os imerecedores de perdão, por conta de seus terríveis pecados (assassinos, adúlteros, ladrões das almas, pagãos, etc.), serão levados ao profundo do  Shiyyol como aconteceu com Qara e os que o apoiavam – Bamidbar(Núm.16:33).

Bamidbar(Núm.16:33).

לג וירדו הם וכל אשר להם חיים–שאלה ותכס עליהם הארץ ויאבדו מתוך הקהל

33- E eles e tudo o que era seu desceram vivos ao abismo, e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação.

Benyamim Tsedaka
Tradução livre Ariel Haddad Ben Abraahm.