O Monte Gerizim em árabe “Jabal al Tur“.

Em aramaico “Tur Barakha“,  cujo significado é “A Montanha Abençoada“.

O Monte Gerizim é um dos picos mais altos na Cisjordânia, está localizado em Efraim e sobe para 886 acima do nível do mar.

Junto com o Monte Ebal forma o vale de Nablus (Siquém).

O Monte Gerizim, em hebraico ‘הרגריזים’ ou seja, “HarGerizim” esta palavra escrita em Hebraico Antigo (Samaritano), indica claramente o local onde o Creiador (Shehmaa) escolheu para habitar o Seu Sagrado Nome, Sua Presença Divina!

O Monte Gerizim o local mais sagrado para Israelitas Samaritanos.

Na versão mais antiga da Torá no mundo, podemos ler na lista dos dez mandamentos, a ordem dada ao povo de Israel de construir um altar no Monte, assim que eles entrassem na terra santa:

“E quando acontecer que Shehmaa Elowweem trouxer vocês para a terra de Canaã, onde vocês estão vindo para tomar posse, vocês deverão tomar para vocês grandes pedras e deverão caiar com cal. e vocês escreverão sobre as pedras todas as palavras desta lei. E quando vocês passarem além do Jordão, vocês deverão levantar estas pedras, que Eu hoje te ordeno, no Monte Gerizim. E vocês construirão ali o altar ao Shehmaa, o Elowweem. Um altar de pedras. Não moverá sobre eles o ferro. Com pedras inteiras vocês deverão construir o altar para Shehmaa Elowweem. E vocês deveem trazer sobre ela ofertas para Shehmaa Elowweem e sacrificar ofertas pacíficas, e vocês comerão lá e vocês se alegrarão diante da face do Shehmaa Elowweem. Na montanha que está além do Jordão para trás no caminho do nascer do sol, na terra de Canaã que mora no deserto antes da Gilgal, ao lado de Alvin-Mara, antes Sequém ”
Êxodo 20:18 – de acordo com o Pentateuco Samaritano.

Israelitas Samaritanos observam as três peregrinações do ano, de acordo com o mandamento da Torah: Pessach Shavuot e Sucot.

A peregrinação, é feita nos locais sagrados, no cume do monte:

  • No local das Doze pedras de Yehoshua Ben Num
  • No Altar de Ytzak
  • No Altar de Adam
  • No Altar de Set

Este é o ponto mais importante para a comunidade samaritana – Givat Olam.

Monte Gerizim “versus” Jerusalém

A fé samaritana no monte Gerizim é o princípio fundamental, que gerou o cisma entre samaritanos e judeus.

O debate entre estas duas comunidades, em torno da questão do monte Gerizim e o local escolhido, refletida na diferença preliminar, feita por judeus no Santo Pentateuco.

A versão judaica da Torá, não tem o décimo mandamento acima, que ordena construir um altar no monte Gerizim.

Por esse motivo, os judeus mudaram a contagem dos dez mandamentos, acrescentando como introdução aos mandamentos as palavras “Eu sou o Senhor teu Deus” (Êxodo 20: 1) como o primeiro mandamento.

Em outro lugar (Deuteronômio 27: 6), na versão judaica, está escrito que o altar deve ser construído ao Senhor, “no Monte Ebal“, enquanto que na versão do Pentateuco Samaritano, está escrito “no Monte Gerizim“.

Este do texto, também aparece em alguma outra tradução não-samaritano da Torá como por exemplo a versão Vetus Latina, a tradução latina da Bíblia.

Em julho de 2008, James Charlesworth, um dos estudiosos dos Pergaminhos do Mar Morto, publicou um fragmento da caverna 4 de Qumeran, de Dt 27: 4-6, que apresenta o texto igual a versão da Torá (Pentateuco Samaritano) que em seu verso, apresenta o texto:

No monte Gerizim” –  בהרגריזים onde vemos a mesma palavra, tal qual está escrito nos textos da Torá samaritana, o que apenas confirma o texto nesta versão da Torah.

As duas montanhas são mencionadas, no mesmo versículo, no contexto da cerimônia que o povo de Israel realizou, quando eles entraram na Terra Santa.

Enquanto o Monte Ebal é mencionado como o local a partir do qual a maldição será proclamada, Monte Gerizim é mencionado como o monte da bênção:

Devarim(Deut) 27:11-14

יא ויצו משה את העם ביום ההוא לאמר

יב אלה יעמדו לברך את העם על הר גרזים בעברכם את הירדן שמעון ולוי ויהודה ויששכר ויוסף ובנימן

יג ואלה יעמדו על הקללה בהר עיבל ראובן גד ואשר וזבולן דן ונפתלי

יד וענו הלוים ואמרו אל כל איש ישראל–קול רם {ס}

11- E Mooshe deu ordem naquele dia ao povo, dizendo:

12- Quando houverdes passado o Jordão, estes estarão sobre o monte Gerizim, para abençoarem o povo: Simeão, e Levi, e Judá, e Issacar, e José, e Benjamim;

13- E estes estarão sobre o monte Ebal para amaldiçoar: Rúben, Gade, e Aser, e Zebulom, Dã e Naftali.

14- E os levitas testificarão a todo o povo de Israel em alta voz, e dirão:

Outra diferença, é uma diferença em relação à hora de escolher o lugar escolhido por Shehmaa.

Enquanto a tradição samaritana detém, que o Criador escolheu para si este  lugar santo, durante a criação, a tradição judaica, explica, que esta escolha só ocorreu 440 anos após a entrada para a terra santa.

E por esse motivo, eles mudaram, no Pentateuco, o tempo do verbo “escolher”  no passado, como está registrado na versão Samaritana, – e substituíram de (“local escolhido“) colocando a mesma palavra no tempo futuro “local que vai escolher“, portanto o termo correto para este caso, sempre refere-se na verdade ao lugar escolhido.

Esta mudança foi claramente feita, a fim de justificar a santidade de Jerusalém, cidade que surge apenas em um período mais tardio do Pentateuco, tratando-a como o local escolhido, ao invés do Monte Gerizim.

Nossos antepassados e Monte Gerizim.

Os profetas, de acordo com a Tradição Samaritana, desde Adam até Mooshe o maior Profeta, sabiam, sem dúvida, onde eles deveriam ir oferecer culto a Shehmaa.

O que se abateu sobre o nosso pai Abraão, depois que Shehmaa ordenou-lhe que saísse de sua terra de origem, e disse-lhe “Vai para a terra que eu revelar a ti, de ti farei um grande povo e te abençoarei” Abraahm partiu, na sequência do comando de Shehmaa, e veio para a terra de Canaã, e viajaram no mesmo dia , até que ele entrou em Siquém (Nablus), que é o “o prado de Moré“, que é conhecido biblicamente e tradicionalmente a ser idêntico ao Nablus. (Gen 12).

Ali, é o lugar onde ele armou a sua tenda.

Ali, foi onde ele permaneceu por um tempo e estabeleceu-se, e ali Shehmaa apareceu para ele e conversou com ele, e abençoou-o, e prometeu dar-lhe, a sua semente, a terra .

Nosso pai Jacob chegou em segurança de sua viagem, que foi realizada pela providência de Shehmaa, como é indicado em Bereshit(Gên) 31:13, onde Shehmaa diz:

Bereshit(Gên) 31:13

יג אנכי האל בית אל אשר משחת שם מצבה אשר נדרת לי שם נדר עתה קום צא מן הארץ הזאת ושוב אל ארץ מולדתך

13- Eu sou o Shehmaa de Betel, onde tens ungido uma coluna, onde me fizeste um voto; levanta-te agora, sai-te desta terra e torna-te à terra da tua parentela.

Enquanto na montanha, quando ele estava em seu caminho, ele prometeu o seguinte:

Se Elowweem for comigo e me guardar neste caminho que eu vou, e me der pão como alimento e roupas para vestir e se eu voltar em paz para a casa de meu pai, Elowweem será o meu Shehmaa, e esta pedra, que erigi será a casa de Shehmaa

Bereshit(Gên) 28:20-22

כ וידר יעקב נדר לאמר אם יהיה אלהים עמדי ושמרני בדרך הזה אשר אנכי הולך ונתן לי לחם לאכל ובגד ללבש

כא ושבתי בשלום אל בית אבי והיה יהוה לי לאלהים

כב והאבן הזאת אשר שמתי מצבה–יהיה בית אלהים וכל אשר תתן לי עשר אעשרנו לך

20- E Yacob fez um voto, dizendo: Se Elowweem for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir;

21- E eu em paz tornar à casa de meu pai, o Elowweem me será por Elowweem ;

22- E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Elowweem; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.

Quando o Shehmaa o favoreceu, e deu-lhe bênçãos e trouxe-o de volta em paz, e cumpriu a sua promessa , e conferiu-lhe os seus favores, ele impôs um dever sobre o cumprimento das suas promessas.

Ele lembrou de sua coluna e promessa, e disse-lhe para ir ao lugar onde ele fez o seu voto, então Jacob carregado com abundantes favores, obedientemente deixou seu tio, e veio em direção de Siquém (Nablus), pois era o lugar a que se destinava:

יח ויבא יעקב שלם עיר שכם אשר בארץ כנען בבאו מפדן ארם ויחן את פני העיר

יט ויקן את חלקת השדה אשר נטה שם אהלו מיד בני חמור אבי שכם–במאה קשיטה

כ ויצב שם מזבח ויקרא לו–אל אלהי ישראל {ס}

18- E chegou Jacó em paz à cidade de Siquém, que está na terra de Canaã, quando veio de Padã-Arã; e armou a sua tenda diante da cidade.

19- E ele comprou uma parte do campo em que estendera a sua tenda, da mão dos filhos de Hamor, pai de Siquém, por cem peças de dinheiro.

20- E levantou ali um altar, e o chamou: El-elohe-Israel.

Agora, o único retorno de Jacob para a cidade de Nablus, é o cumprimento da sua oração que ele fez no discurso de seu voto, dizendo:

“E se eu voltar com segurança para a casa de meu pai”.

Em verdade, era o cumprimento do que ele desejava.

Voltar “a casa de seu pai,”.

Isso significa ir ao altar do seu avô Abraahm construído na planície em Nablus, que é o mesmo local anteriormente mencionado como “Elon Moré“.

Portanto, Jacob armou a sua tenda naquele lugar.

A cidade é Nablus.

Ele também comprou aquela planície, na qual fez referência, sobre as pessoas daquela época, e que se chama “Halkat nos Shadi“.

O livro de Josué 24:32-33 relata:

Josué 24:32-33

לב ואת עצמות יוסף אשר העלו בני ישראל ממצרים קברו בשכם בחלקת השדה אשר קנה יעקב מאת בני חמור אבי שכם במאה קשיטה ויהיו לבני יוסף לנחלה

לג ואלעזר בן אהרן מת ויקברו אתו בגבעת פינחס בנו אשר נתן לו בהר אפרים {ש}

32- Também os ossos de Yossef, que os filhos de Israel trouxeram do Egito, foram enterrados em Siquém, naquela parte do campo que Jacó comprara aos filhos de Hemor, pai de Siquém, por cem peças de prata, e que se tornara herança dos filhos de Yossef.

33- Faleceu também Eleazar, filho de Arão, e o sepultaram no outeiro de Finéias, seu filho, que lhe fora dado na montanha de Efraim.

A tradição Samaritana explica, que a causa do nosso patriarca Yacob comprar esta parcela da terra era sua elevada posição, por causa de nosso pai Abraahm ter erguido sobre ela um altar com base em sua proximidade ao Monte Gerizim.

O sepulcro de Yossef está em Siquém .

Nosso Mooshe “sobre o qual haja a paz”, menciona na canção que foi cantada por ele mesmo e seu povo, os filhos de Israel, em conexão com o incidente do mar, e que se encontra em Êxodo 15:17, ou seja, como se segue:

Shemot(Êx) 15:17

יז תבאמו ותטעמו בהר נחלתך– {ס} מכון  {ר} לשבתך פעלת יהוה  {ס}  מקדש אדני כוננו  {ר} ידיך  {ס}

 יח יהוה ימלך לעלם ועד {ס}

17- Tu os introduzirás, e os plantarás no monte da tua herança, no lugar que tu, ó Shehmaa, preparou para a tua habitação, no santuário, ó Shehmaa, que as tuas mãos estabeleceram.

18- O Shehmaa reinará para todo o sempre.

Devarim(deut) 12:5,13,14 diz

Devarim(deut) 12:5

ה כי אם אל המקום אשר יבחר יהוה אלהיכם מכל שבטיכם לשום את שמו שם–לשכנו תדרשו ובאת שמה

5  Mas o lugar que o Shehmaa vosso Elowweem escolher de todas as vossas tribos, para ali pôr o seu nome, buscareis, para sua habitação, e ali vireis.

יב ושמחתם לפני יהוה אלהיכם–אתם ובניכם ובנתיכם ועבדיכם ואמהתיכם והלוי אשר בשעריכם כי אין לו חלק ונחלה אתכם
יג השמר לך פן תעלה עלתיך בכל מקום אשר תראה

13- Guarda-te, que não ofereças os teus holocaustos em todo o lugar que vires;

14 Mas no lugar que o Shehmaa escolher numa das tuas tribos ali oferecerás os teus holocaustos, e ali farás tudo o que te ordeno.

É importante ver que esta profecia de Mooshe confirma a santidade contínua desse lugar.

No livro de Josué, no capítulo 24, versículo 25-26, diz:

Josué 24:25-26

כה ויכרת יהושע ברית לעם ביום ההוא וישם לו חק ומשפט בשכם

כו ויכתב יהושע את הדברים האלה בספר תורת אלהים ויקח אבן גדולה ויקימה שם תחת האלה אשר במקדש יהוה {פ}

25- Então Yehoshua fez um pacto com o povo naquele dia, e pôs por estatuto e direito em Siquém.

26- E Yehoshua escreveu estas palavras no livro da lei de Shehmaa; e ele tomou uma grande pedra, e a pôs ali debaixo do carvalho que estava junto ao santuário do Shehmaa

O Monte Gerizim – Seus 13 Nomes na Torah

1. Montanha do Leste – Bereshit(Gen) 10:30

ל ויהי מושבם ממשא באכה ספרה הר הקדם

30- E foi a sua habitação desde Messa, indo para Sefar, montanha do oriente.

2. Betel – Bereshit(Gen) 12:8

ח ויעתק משם ההרה מקדם לבית אל–ויט אהלה בית אל מים והעי מקדם ויבן שם מזבח ליהוה ויקרא בשם יהוה

E moveu-se dali para a montanha do lado oriental de Betel, e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente, e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao Senhor, e invocou o nome do Senhor.

3. Uma das montanhas – Bereshit(Gen) 22:2

ב ויאמר קח נא את בנך את יחידך אשר אהבת את יצחק ולך לך אל ארץ המריה והעלהו שם לעלה על אחד ההרים אשר אמר אליך

2- E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.

4. O Shehmaa proverá – Bereshit(Gen) 22:14

יד ויקרא אברהם שם המקום ההוא יהוה יראה אשר יאמר היום בהר יהוה יראה

14- E chamou Abraahm o nome daquele lugar: o Shehmaa proverá; donde se diz até ao dia de hoje: No monte do Shehmaa se proverá.

5. Casa de Shehmaa – Bereshit(Gen) 28:17

יז ויירא ויאמר מה נורא המקום הזה אין זה כי אם בית אלהים וזה שער השמים

17- E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Shehmaa; e esta é a porta dos céus.

6. Porta do Céu – Bereshit(Gen) 28:17

יז ויירא ויאמר מה נורא המקום הזה אין זה כי אם בית אלהים וזה שער השמים

17- E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Shehmaa; e esta é a porta dos céus.

7. Luzah – Bereshit(Gen) 28:19 Pentateuco Samaritano

יט ויקרא את שם המקום ההוא בית אל ואולם לוז שם העיר לראשנה
כ וידר יעקב נדר לאמר אם יהיה אלהים עמדי ושמרני בדרך הזה אשר אנכי הולך ונתן לי לחם לאכל ובגד ללבש

19- E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz.

8. Um Santuário – Shemot(Êx) 15:17

יז תבאמו ותטעמו בהר נחלתך– {ס} מכון  {ר} לשבתך פעלת יהוה  {ס}  מקדש אדני כוננו  {ר} ידיך  {ס}

17- Tu os introduzirás, e os plantarás no monte da tua herança, no lugar que tu, ó Shehmaa, aparelhaste para a tua habitação, no santuário, ó Shehmaa, que as tuas mãos estabeleceram.
9. Casa do Shehmaa – Shemot(Êx) 23:19, 34:26

Shemot(Ex)23:19

יט ראשית בכורי אדמתך תביא בית יהוה אלהיך לא תבשל גדי בחלב אמו {פ}

19- As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Shehmaa teu Elowweem; não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.

Shemot(Ex)34:26

כו ראשית בכורי אדמתך תביא בית יהוה אלהיך לא תבשל גדי בחלב אמו {פ}

26- As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Shehmaa teu Elowweem; não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.
10. O Bom Monte – Devarim(Dt) 3:25

כה אעברה נא ואראה את הארץ הטובה אשר בעבר הירדן ההר הטוב הזה והלבנן

25- Rogo-te que me deixes passar, para que veja esta boa terra que está além do Jordão; esta boa montanha, e o Líbano!

11. Monte Gerizim – Devarim(Dt) 11:29

כט והיה כי יביאך יהוה אלהיך אל הארץ אשר אתה בא שמה לרשתה–ונתתה את הברכה על הר גרזים ואת הקללה על הר עיבל

E será que, quando o Shehmaa teu Elowweem te introduzir na terra, a que vais para possuí-la, então pronunciarás a bênção sobre o Monte Gerizim, e a maldição sobre o monte Ebal.

12. O Monte Escolhido – Devarim(Dt) 12:11

יא והיה המקום אשר יבחר יהוה אלהיכם בו לשכן שמו שם–שמה תביאו את כל אשר אנכי מצוה אתכם עולתיכם וזבחיכם מעשרתיכם ותרמת ידכם וכל מבחר נדריכם אשר תדרו ליהוה

11- Então haverá um lugar que escolherá o Shehmaa vosso Elowweem para ali fazer habitar o seu nome; ali trareis tudo o que vos ordeno; os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e toda a escolha dos vossos votos que fizerdes ao Shehmaa.

13. O Monte Eterno – Devarim(Dt) 33:15 Pentateuco Samaritano

טו ומראש הררי קדם וממגד גבעות עולם

15 – E com o mais excelente dos montes antigos, e com o mais excelente dos outeiros eternos.