Façam um Santuário… não um templo!

E me farão um Santuário… não um templo de pedras!

Alguns fatos históricos precisam ser esclarecidos.

A contagem feita pelos judeus quanto a quantas vezes construíram o templo de pedra em Jerusalém, é no mínimo equivocada.Fazem uma contagem errada, indicando apenas 2 reconstruções do templo de pedra, e agora popularizaram a expressão  “terceiro templo”.A verdade histórica entretanto é outra.O templo de pedra foi “reconstruído” 3 vezes, e caso venham a reconstruir novamente, será sua 4ª reconstrução.

Será o 4º templo de pedra construído.

Sim… afinal, o templo de jerusalém foi construído por 3 vezes!


Vamos verificar essa contagem juntos.
 

1º templo de Shlomo durou 420 anos, de 1027 a 607 AEC.

Foi destruído em 586 AEC por Nabucodonosor, rei da Babilônia. Em 584 AEC (2 anos depois) Judeus são levados ao exílio Babilônico.

2º templo de Zorobabel reconstruído em 515 AEC.

Foi reconstruído pelos judeus após o exílio, nos dias de Ageu, quando Zorobabel fora governador.

Este templo ficou 70 anos desolado durante o período do exílio, mas agora reconstruído, durou por quase 500 anos, de 515 AEC até bem próximo ao fim do primeiro século AEC.


3º templo de Herodes reconstruído em 19 AEC.

Foi construído por Herodes era um estrangeiro, um idumeu.

No ano 70 EC o general Tito destrói o Templo de Herodes!

A principal fonte sobre o Templo de Herodes vem de Flávio Josefo, que viu pessoalmente a estrutura e relata a respeito de sua construção em The Jewish War (A Guerra Judaica) e Jewish Antiquities (Antiguidades Judaicas).

Josefo diz em Jewish Antiquities (XV, 380 [xi, 1]) ele diz que foi no 18.° ano.

Esta última data é geralmente aceita pelos peritos.

Judeus odiavam e desconfiavam tanto de Herodes, que não permitiram que ele reconstruísse o templo, como ele tinha planejado fazer, sem que antes tivesse tudo preparado para o novo prédio.

Os judeus eles não consideravam este templo como o terceiro, mas apenas como um templo reconstruído, de modo que se referiam apenas a um primeiro e a um segundo templo, sendo portanto o primeiro templo o de Salomão e o segundo o de Zorobabel.

Josefo escreve que Herodes dobrou o tamanho da área do templo, ampliando as laterais do monte Moriá com grandes muralhas de pedra e nivelando uma área no topo do monte. (The Jewish War, I, 401 [xxi, 1]; Jewish Antiquities, XV, 391-402 [xi, 3])

Agora que ficou claro que foram 3 templos construídos e destruídos, vamos falar de alguns fatos que envolvem a história do templo de jerusalém.

1º FATO – Não existe em nenhum lugar da torá a ordem do Eterno de que deveriam construir um templo de pedra!

Ao contrário, a unica ordem nesse sentido foi dada no livro de Êxodo…

Êxodo 25:8-9

 ח ועשו לי מקדש ושכנתי בתוכם
ט ככל אשר אני מראה אותך את תבנית המשכן ואת תבנית כל כליו וכן תעשו {ס}

8- E me farão um santuário, e habitarei no meio deles.

9- Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis.

O texto acima mostra claramente que o Eterno ordenou a construção do tabernáculo, mas não ordenou a construção de um templo de pedras em Jerusalém!

Se hoje os judeus resolverem construir pela 4ª vez o templo judeu, será apenas mais uma tentativa humana!

2º FATO – Se até hoje o Eterno não deu proteção ao templo de Jerusalém que foi construído e destruído por 3 vezes, por que deveríamos imaginar que dessa vez o Eterno iria proteger aquele local?

3º FATO – Não existe nenhum texto na Torá (pentateuco) determinando que Jerusalém deveria ser a “capital de Israel”.

Talvez exatamente por isso exista uma grande disputa entre judeus e Árabes por conta do local, onde hoje só existe de um lado um muro em ruínas e do outro lado uma mesquita!

4º FATO – Acredito fielmente que o mundo será transformado quando retomarmos a adoração ao Eterno no Sagrado Monte Gerizim, onde todo Israel com suas 12 tribos poderá novamente adorar ao Criador!

Imagem relacionada

Muito tem sido feito para a solução para o conflito Árabe/Palestino X Judeus.
O Gerizim deve sempre ser visto como uma opção, um oásis de paz a pessoas que buscam pela paz!Como aconteceu outrora no passado, no futuro toda devoção de Israel será novamente canalizada em adoração no Sagrado Monte da Verdade, o Monte Gerizim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.