Pentateuco Samaritano do início do século XII

[tabs slidertype=”top tabs”] [tabcontainer]
[tabtext] Pentateuco Samaritano (MS Add.1846)[/tabtext]
[tabtext] Página 53r [/tabtext]
[tabtext]Página 103r[/tabtext]
[tabtext]Página 188v[/tabtext]
[tabtext]Página 137v[/tabtext]
[tabtext]Página 147r[/tabtext]
[tabtext]Informações[/tabtext]
[tabtext]O livro[/tabtext]
[/tabcontainer] [tabcontent] [tab]

O Pentateuco Samaritano contém o texto da Torá, os cinco primeiros livros da Bíblia hebraica, escritos na escrita
consonantal samaritana, um desenvolvimento a partir da escrita Paleo-hebraico. Add.1846 acredita-se ser o manuscrito existente mais antigo do Pentateuco Samaritano da era comum no início do século XII. Epígrafes e comentários gramaticais no samaritano Hebraico / aramaico e árabe seguem ao final de cada livro bíblico. Eles foram escritos por várias mãos. Também a cópia do próprio livro é um produto de cinco mãos diferentes. Veja nas demais guias apresentaremos algumas características notáveis ​​deste manuscrito.

[/tab] [tab]

53r
Página 53r: Uma epígrafe no final do livro de Gênesis afirma que o códice foi de propriedade (e restaurado) por Mešalma b. Abi Beraḵata, c. 1275, cuja filha vendeu o manuscrito no 14 º c.

[/tab] [tab]

103r
Página 103r: Uma epígrafe no final do livro do Êxodo registra a compra do códice por Miṯpaṣia b. Meṯuḥia de seu irmão por 25 shekels, no ano 5752 do Êxodo, 544 da regra de Ishmael = 1149-50 CE.

[/tab] [tab]

188v
Página 188v: Um scholium marginal no final do livro de Números sugere pouco convincente que este manuscrito foi salvo do fogo no tempo do Rei de Babilônia, na presença de Zorobabel, o judeu (daí, Codex Zurbil).

[/tab] [tab]

137v
Página 137v: Uma epígrafe no final do livro de Levítico explica como este manuscrito foi salvo de um incêndio que estourou em um armazém manuscrito (um Samaritan Genizah?) Em 1201 CE.

[/tab] [tab]

bencao
Página 147r: Há uma mancha de gordura marcada em f. 147r, onde os adoradores beijaram a Bênção Sacerdotal, Números 6: 24-26.

[/tab] [tab]
Informação sobre este documento

Localização: Cambridge University Library
Classmark: MS Add.1846
Título (s) alternativo (s): The Burnt Codex; Codex Zurbil
Assunto (s): Manuscritos, Samaritano
Lugar de Origem: Nablus
Data da Criação: Escrito c. 1100 (até 1149 CE).
Idioma (s): Hebraico (samaritano)
Extensão: 227 ff. Altura da folha: 270 mm, largura: 210 mm.
Material: Vellum
Formato: Códice

[/tab] [tab]
Condição: O livro apresenta alguns pequenos buracos; Margens cortadas; Coloração ocasional; Algumas folhas mal desbotadas e / ou esfregadas;
LivroVárias folhas perdidas no início e no fim, algumas sendo substituídas por folhas em uma mão diferente. Neste livro o início do livro de Gênesis (até 1:28) e o fim de Deuteronômio (após 33: 1) estão perdidos. Alguns textos apagados e algumas correções. Pricked em margens exteriores; Governado Foliadas, mas algumas folhas têm uma foliação alternativa.

Proveniência: Adquirida em 1895; Examinado anteriormente em Jerusalém (1864). Escrito c. 1100 (o mais tardar até 1149 CE), provavelmente em Nablus.

Autor (es) do registro: Ben Outhwaite
Bibliografia: Descrições do manuscrito

Girón Blanc, Luis-Fernando, Pentateuco hebreo-samaritano: Gênesis: edição crítica sobre a base de manuscritos inéditos, Textos e estudos Cardenal Cisneros vol. 15 (Madrid: Conselho Superior de Investigações Científicas, 1976).

O conteúdo do livro está disponível integralmente em : http://cudl.lib.cam.ac.uk/view/MS-ADD-01846/17

[/tab] [/tabcontent] [/tabs]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.