Lição nº 39 – O ciclo de vida – A Morte

A morte

Quando um samaritano israelita morre

Os samaritanos israelitas na Terra Santa têm dois cemitérios, o principal perto do bairro de Kiryat Luza, o monte Gerizim, e o segundo, em Kiryat Shaul, Tel Aviv, perto do cemitério militar.

O primeiro cemitério foi inaugurado em 1964 quando eles pararam de enterrar no cemitério em Nablus e o segundo foi inaugurado oficialmente em 1954, durante o período de desconexão política entre as duas partes da comunidade em 1948-1967.

Apenas alguns foram enterrados no segundo cemitério.

A maioria dos mortos na comunidade está enterrada no Monte Gerizim.

Os cemitérios são organizados e atendidos pelos comitês comunitários no Monte Gerizim e Holon.

Quando um samaritano israelita morre, mesmo antes de ser enterrado, seja homem ou mulher, primeiro será lida toda a Torá ao lado do corpo dos mortos, imediatamente depois que ele falecer.

É lido Gênesis 1: 1 até o final do capítulo 31 no livro de Devarim (Deuteronomio).

Então, alguns parentes lavam o cadáver e o envolvem em uma mortalha de tecido de algodão e o colocam em um caixão de madeira.

Na conclusão da leitura da Torá, eles declaram lamentos, e então os jovens carregam o caixão dos mortos sobre seus ombros.

Então eles lêem o Poema de Mooshe  em Devarim (Deuteronômio) 32:1-38, e durante a cobertura do sepulcro com cimento, eles terminam de ler a Torá até o fim Devarim (Deuteronômio) 34:12.

Depois de uma breve oração, o Sacerdote mais velho faz uma oração em memória dos mortos.

Se não houver nenhum sacerdote entre os enlutados, o homem mais velho  se encarrega fazer uma reza, uma oração com texto pre-escritoem que se menciona o nome do falecido, o nome do pai e o nome da sua casa, com os melhores votos de que seu espírito habite no céu (paraiso) para sempre.

O Sumo Sacerdote não entra no cemitério.

Ele espera do lado de fora na sala de recepção até o final da cerimônia e, em seguida, com todos os membros da comunidade conforta os presentes.

O caixão é colocado dentro da sepultura que foi cavada naquele dia, e os mortos estão deitados de costas com o rosto voltado para a direção do monte Gerizim.

Depois de colocar o caixão no túmulo, colocando uma cobertura de lajes de concreto sobre a estrutura da tumba e, em seguida, o solo sobre as placas de concreto.

Depois de sete dias, até antes de chegar a trinta dias, uma lápide simples é colocada com o nome do falecido.

É praticado o Luto pelos mortos durante sete dias, onde todas as noites e todas as manhãs as pessoas se reúnem na casa dos falecidos e rezam em sua memória.

Lamentadores escrevem lamentações em memória dos mortos e cantam nessas reuniões.

Algumas pessoas vão à sepultura no aniversário da morte da pessoa, mas geralmente rezam no cemitério pelos mortos na véspera do Pessach e na véspera do Dia da Expiação (Yom haKippur) e também mais três vezes no ano após a peregrinação ao Monte Gerizim.

Qualquer um que tocar os mortos enquanto lava seu corpo e levar o caixão para o túmulo deve ser imerso em água para se purificar.

Eles são impuros até a noite.

Benyamim Tsedaka

Tradução livre
Ariel Haddad Ben Abraahm

O Submundo

Resposta dada pelo Sumo Sacerdote Samaritano Ab-Hasda (Abu-l-Hasan), filho de Jacob, em Nablus em 1931.

Sumo Sacerdote Samaritano Ab-Hasda
Sumo Sacerdote Samaritano Ab-Hasda


Pergunta :

Você professam conhecimento do tempo em que os pecadores permanecerão em um local queimando?  Eles permanecem lá até o Dia do Juízo, ou são purificados antes de ir para Éden (paraíso)?

Resposta:

Dizemos que não há nenhum julgamento até o dia (final) do Juízo.
Isto é conhecido para nós a partir do versículo bíblico, proferidas em relação ao Bezerro de Ouro:

“No dia da visitação eu os visitarei neles com seu pecado”.

Shemot(Êx) 32:34

לד ועתה לך נחה את העם אל אשר דברתי לך–הנה מלאכי ילך לפניך וביום פקדי ופקדתי עלהם חטאתם

34- Vai, pois, agora, conduze este povo para onde te tenho dito; eis que o meu anjo irá adiante de ti; porém no dia da minha visitação visitarei neles o seu pecado. 

Como novamente a partir desse verso na canção final de Moisés onde se lê:

“Não é este …. Selado nos meus tesouros, para o dia da vingança e Recompensa”?

Devarim(Deut) 32:34-35

לד הלא הוא כמס עמדי {ר} חתום באוצרתי  {ס}

לה לי נקם ושלם {ר} לעת תמוט רגלם  {ס}  כי קרוב יום אידם  {ר} וחש עתדת למו  {ס}

34- Não está isto guardado comigo? Selado nos meus tesouros?

35- Minha é a vingança e a recompensa, ao tempo que resvalar o seu pé; porque o dia da sua ruína está próximo, e as coisas que lhes hão de suceder, se apressam a chegar.

E da passagem acerca dos homens que conspiraram contra o Senhor no deserto:

Bamidbar(Núm) 14: 35

 לה אני יהוה דברתי אם לא זאת אעשה לכל העדה הרעה הזאת הנועדים עלי במדבר הזה יתמו ושם ימתו

35- Eu, o Senhor, falei; assim farei a toda esta má congregação, que se levantou contra mim; neste deserto se consumirão, e aqui morrerão.

No último paragrafo mencionado nesta passagem, a palavra não se refere ao Dia do Juízo.

Existem várias outras passagens em Lei que falar com o mesmo efeito, mas eles são demasiado numerosas para ser feita aqui.

Cremos que além disso, quando o espírito deixa o corpo, ele é recolhido das pessoas a um local próprio, onde ele , ali permanece no seu respectivo estado (havendo estados superiores e inferiores) até o Dia do Juízo.

Naquele dia, Deus retribuirá vingança contra os seus inimigos e retribuirá seus inimigos.

Os samaritanos não acreditam em uma Inquisição na sepultura(sofrimento imediato), como creem os gentios.

As opiniões estão divididas, no entanto, sobre o que exatamente acontece.

Alguns dizem que se um homem morrer em pecado, que o pecado ficará à espreita sobre seu túmulo até o Dia do Juízo, derivando sua autoridade sobre este ponto de vista a partir das palavras de Deus:“o pecado jaz à porta” Bereshit(Gen) 4:7

Bereshit(Gen.) 4:7
 ז הלוא אם תיטיב שאת ואם לא תיטיב לפתח חטאת רבץ ואליך תשוקתו ואתה תמשל בו

7- Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.

Outros dizem que os mortos sofrem em angústia na sepultura até o Dia do Juízo, onde então Deus vai investigar as maldades de cada homem…

“e retribuirá ele, e visitará cada um em sua maldade, e recompensará o homem de acordo com a medida de suas obras, quer seja para o bem ou para o mal”.

Todavia, vivemos na fé e espero que o Senhor pagará os pecados dos filhos de Israel aqui neste mundo, de acordo com a garantia de nosso mestre Moisés, Chefe dos profetas, Patriarca da Lei:

“Venha conosco e lhe trataremos bem, pois o Senhor prometeu boas coisas para Israel”.

Bamidbar(Núm) 10:29

כט ויאמר משה לחבב בן רעואל המדיני חתן משה נסעים אנחנו אל המקום אשר אמר יהוה אתו אתן לכם לכה אתנו והטבנו לך כי יהוה דבר טוב על ישראל

29- Disse então Mooshe a Hobabe, filho de Reuel, o midianita, sogro de Mooshe: Nós caminhamos para aquele lugar, de que o Shehmaa disse: Vo-lo darei; vai conosco e te faremos bem; porque o Shehmaa falou bem sobre Israel.

Similarmente, na canção final de Moisés é expressamente declarado:

“Ele vai tornar a vingança em seu adversários, mas vontade tomará a terra de seu povo”.

Devarim(deut) 32:43

מג הרנינו גוים עמו {ס} כי דם עבדיו יקום  {ר} ונקם ישיב לצריו  {ס}  וכפר אדמתו עמו  {ר} {ש}

43- Jubilai, ó nações, o seu povo, porque ele vingará o sangue dos seus servos, e sobre os seus adversários retribuirá a vingança, e terá misericórdia da sua terra e do seu povo.

Ó Deus, não anules Tua aliança conosco, e livra-nos de todos os males de nossas ações, através das orações de nosso mestre Moisés, nosso profeta, diante de quem Tu falas porque nos deste bondade ao passar, quando ele gritou:

“O Senhor (é) um Deus misericordioso e clemente, longânimo e grande em misericórdia e fidelidade! “

Shemot (Ex.) 34:6
ו ויעבר יהוה על פניו ויקרא יהוה יהוה אל רחום וחנון–ארך אפים ורב חסד ואמת

6- Passando, pois, o Shehmaa perante ele, clamou: O Shehmaa, o Shehmaa o El, misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade;